Destaques de Pesquisa e
Desenvolvimento

Nossas atividades em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) são coordenadas pelo nosso Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes). Os projetos buscam desenvolver tecnologias para viabilizar o cumprimento do nosso Plano de Negócios e Gestão, além de antecipar tendências e investir em rotas tecnológicas alinhadas ao nosso Planejamento Estratégico. Além dos empregados próprios dedicados exclusivamente à área de P&D, o Cenpes atua em parceria com mais de 100 universidades e instituições de pesquisa nacionais e estrangeiras, fornecedores e outras empresas.


Veja nossos principais resultados de tecnologia alcançados ao longo de 2016:

Otimização do sistema de ancoragem de diversas plataformas


As linhas de ancoragem mantêm a plataforma flutuante posicionada dentro de limites de deriva seguros e garantem a integridade de suas conexões com equipamentos submarinos, mesmo em condições meteoroloógicas e de mar adversas. Com a redução do nuúmero de linhas de ancoragem previstas nos projetos originais, a Petrobras alcançou a economia potencial de R$ 470 milhões, referentes à redução de custos de material e instalação.

Programa de Diagnóstico de Problemas de Perfuração em Tempo Real (PWDA)


O software desenvolvido pela Petrobras recebe informações sobre perfuração de poços em tempo real, identifica situações de risco e alerta para a ocorrência de problemas operacionais. Sua utilização possibilitou a redução de uso de sonda em 18 dias, gerando uma economia de R$ 34,4 milhões no ano de 2016. A tecnologia foi premiada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) - Prêmio de Inovação Tecnológica 2016 na categoria "Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por micro, pequena ou média empresa do segmento de petróleo, gás natural e biocombustíveis em colaboração com empresa petrolífera".

  • Otimização do sistema de
    ancoragem de diversas
    plataformas

  • Programa de Diagnóstico de
    Problemas de Perfuração em
    Tempo Real (PWDA)

Ferramenta ENDFlex


O software desenvolvido pela Petrobras é utilizado para definição de prazos de inspeção de dutos, risers e umbilicais submarinos (linhas flexíveis compostas de várias tubulações usadas para bombear produtos químicos da unidade de produção até os poços). Utiliza critérios técnicos baseados em classificação de risco e histórico e consequências de falhas em campo. Na Unidade Operacional da Bacia de Campos a redução de custo potencial é de R$ 120 milhões, mediante a redução da frota de embarcações.

Simulador de controle de Unidade Estacionária de Produção e planta de conversão virtual dinâmica


O simulador possibilita melhorias e correções nas configurações de controle de plataformas, além de ajustes a novos cenários de operação, reduzindo riscos envolvidos e otimizando operação, partida e parada de compressores. O uso desse simulador evitou 23 paradas não programadas na Plataforma P-43, representando um ganho de aproximadamente R$ 2,5 milhões.

  • Ferramenta ENDFlex

  • Simulador de controle de Unidade
    Estacionária de Produção e planta
    de conversão virtual dinâmica

Procedimento de abertura de poço


O estabelecimento de novas recomendações para o procedimento de abertura de poço produtor no campo de Marlim, na Bacia de Campos, com ensaios de laboratório e simulações numéricas, possibilitou aumento gradual da vazão, evitando perdas de produção e gerando receita adicional de R$ 125 milhões no ano.

Sistema de bombeio multifásico


Nosso primeiro sistema de bombeio multifásico em campos terrestres começou a operar. As máquinas convencionais operam, essencialmente, com fluidos no estado líquido (bombas) ou no estado gasoso (compressores). As bombas multifásicas são um sistema híbrido que pode operar com dois fluidos (100% de líquido ou até 95% de gás). Concebidas para operar com 25 poços produtores simultaneamente, são capazes de reduzir a pressão na cabeça desses poços de forma significativa, possibilitando aumento da produção de petróleo em até 30%. Essa tecnologia pode viabilizar a produção em acumulações marginais e/ou aumentar o fator de recuperação dos chamados campos maduros.

  • Procedimento de Abertura de Poço

  • Sistema de bombeio muiltifásico

Modelos sedimentológicos-estratigráficos


O desenvolvimento de modelos sedimentológicos-estratigráficos (que usam ferramentas e técnicas para o estudo de rochas) nos campos de Lula, Búzios e Sapinhoá, no pré-sal da Bacia de Santos, foram utilizados para minimizar riscos exploratórios e de produção, aumentando o grau de confiabilidade das locações futuras para a exploração desses campos.

LIF e XRF


Duas novas técnicas de investigação em tempo real de áreas contaminadas – fluorescência induzida por laser-induced fluorescence (LIF) e fluorescência de raios X (XRF), possibilitam maior precisão, redução do tempo de resposta em até 50% e consequente redução dos custos de investigação e remediação de áreas contaminadas em 40%, pelo menos. Os pilotos foram realizados nos campos de Carmópolis, em Sergipe, na Estação de Tratamento e Transferência de Óleo Dom João, da Unidade Operacional da Bahia (UO-BA), e na Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas, no Espírito Santo (UTGC).

  • Modelos sedimentológicos estratégicos

  • LIF e XRF

Sistema de membranas


Aplicação de um sistema de membranas em uma unidade flutuante localizada em águas ultraprofundas para separar o CO2 contido no gás natural. O trabalho possibilitou o atingimento da marca de injeção de mais de três milhões de toneladas de CO2 nos campos de Lula e Sapinhoá, evitando a emissão para a atmosfera e incrementando a recuperação de óleo.

PIG Palito Multi-Size


O PIG Palito Multi-Size, utilizado em campos da Unidade Operacional do Espírito Santo e da Unidade Operacional da Bacia de Santos, é uma ferramenta desenvolvida para inspeção interna de dutos de produção de petróleo e gás. A tecnologia foi premiada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) - Prêmio de Inovação Tecnológica 2016, na categoria "Inovação Tecnológica desenvolvida no Brasil por instituição de ciência e tecnologia (ICT) nacional em colaboração com empresa petrolífera".

  • Sistemas de Membranas

  • PIG Palito Multi-Size

Diesel de primeiro enchimento


O diesel de primeiro enchimento garante proteção aos veículos novos que ficam estocados no pátio das montadoras por um período de até 180 dias antes da venda. O produto reduz a ocorrência de reações de oxidação e minimiza a formação de depósitos no sistema de injeção, reduzindo o desgaste de peças e diminuindo a exposição humana ao produto degradado. A redução de descarte de combustível e de peças desgastadas traz um ganho ambiental significativo e atende às especificações do combustível e aos requisitos ambientais e logísticos.

Tecnologia para catalisadores


Uma nova tecnologia de catalisadores foi aplicada em uma das duas unidades de craqueamento catalítico (processo químico que transforma frações mais pesadas do petróleo em outras mais leves) da Refinaria de Paulínia (Replan), em São Paulo. Em conjunto com outras iniciativas, seu uso possibilitou a redução das emissões de material particulado (considerado poluente) em 22% e um aumento da conversão de frações pesadas para a produção de diesel e gasolina, com ganho estimado de R$ 35 milhões anuais. A tecnologia também antecipou o atendimento à resolução Conama 436, que estabelece os limites máximos de emissão de poluentes atmosféricos para fontes fixas, sem investimento de capital relevante.

  • Diesel de primeiro enchimento

  • Tecnologia para catalisadores